Páginas

Loading...

terça-feira, 12 de julho de 2011

Defesa do Ensino da Gramática Normativa

A questão que devemos levantar não é se devemos ou não ensinar a Gramática Normativa,  mas  qual abordagem devemos ter em sala de aula. O Prof. Claudio Moreno escreveu em seu sitio:"A reação contra o livro do MEC não era um repúdio ao saber dos linguistas, mas sim um recado ao que eles insistem em não ouvir:não é isso que esperamos da Escola".  Realmente, o Prof. Claudio Moreno defende muito bem a posição dos professores de língua portuguesa em relação à sua função. Ele deixa isso bem claro quando diz: "O linguista trabalha para expandir os limites da teoria dedicando-se a analisar e observar os fatos da linguagem para melhor entendê-la; o seu compromisso é com a ciência.  Pois nós, professores de português, não somos nem pretendemos ser cientistas. Longe disso, o compromiso  que temos é com a cultura... É por causa disso que o professor de português, ao contrário do linguista, jamais poderá abandonar esta perspectiva cultural e histórica" (Veja mais no Sítio http://wp.clicrbs.com.br/sualingua/2011/07/02/o-livro-do-mec-3/).

Muito interessante a colocação do Prof. Claudio Moreno porque os linguistas afirmam que a  Gramática Normativa ensina  uma  língua de prestígio, mas acho que eles precisam rever esse conceito. O que os artistas falam acaba sendo seguido pelo povo por causa do prestígio: eles são artistas.  Acabam ditando um modismo linguístico que se torna língua de prestígio. A Gramática Normativa não ensina esse tipo de "prestígio", por isso, afirmamos  que os linguistas entram no campo do ensino na escola quando o que deveriam  se ater às pesquisas ciêntíficas, seu maior contributo.  A escola deve sim, ensinar a Gramática Normativa. A diferença deve ser na abordagem , pois quem vai à escola tem direito e se apropriar da língua culta pelo apredizado esperado nas escolas. Mais uma vez, citamos o Sitio do  Prof. Claudio Moreno: "Dizer que a estrutura de um cavalo é melhor do que a de um cabrito não tem o menor sentido para um cientista  que estuda os seres vivos, mas tem todo o sentido para quem precisa usar o animal como montaria". É assim que deve ser vista a questão entre a linguística e o ensino da Gramática Normativa. nas escolas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens populares