Páginas

Loading...

quinta-feira, 28 de novembro de 2013

Discutir Novo Acordo Ortográfico


Dois professores brasileiros sugeriram hoje na Assembleia da República a constituição de um plano de trabalho e de um sítio na internet dirigido a todos os países lusófonos para discutir o Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa.

Na sua primeira visita oficial a Lisboa em representação do grupo de trabalho do Senado Federal do Brasil sobre o AO, Ernani Pimentel, professor de português, e Pasquale Cipro Neto, também professor de português e colaborador da Folha de São Paulo, compareceram esta tarde perante a Comissão de Educação, Ciência e Cultura, do parlamento português, para avaliar a disposição em reabrir o debate sobre o acordo.

O plano apresentado sugere entre alunos e professores de todos os países lusófonos "sobre atitudes ortográficas e simplificadoras" durante o primeiro semestre de 2014. Em agosto, cada país deverá reunir as suas sugestões, que, por fim, serão abordadas num "Simpósio Linguístico-Ortográfico" organizado pela Academia de Letras de Brasília em setembro de 2014.

Na exposição perante a comissão, na presença da deputada Rosa Arezes (PSD),  Gabriela Canavilhas (PS),Michael Seufert (CDS/PP), Miguel Tiago (PCP) e Luis Fazenda (BE), os dois professores protagonizaram uma autêntica lição de ortografia e semântica e não pouparam um AO onde "há situações sem respostas".

"Há diferenças entre o texto e o que foi feito com ele. Reformar a reforma, que contém uma série de incorreções, é a proposta", sublinhou Pasquale Cipro Neto na sua intervenção.

Já Ernani Pimentel, que também coordena o grupo de trabalho do Senado Brasileiro, alertou para a necessidade de os professores "entenderem" o que ensinam e não se contradizerem, "para que os alunos não deixem de acreditar neles", e admitiu "casos de alunos na universidade brasileira com inúmeros erros de ortografia numa redaçãoe nota máxima".

Fonte:http://blog.opovo.com.br/portugalsempassaporte/linguistas-brasileiros-sugerem-plano-a-portugal-para-discutir-novo-acordo-ortografico-no-espaco-lusofono/

segunda-feira, 25 de novembro de 2013

Domício Proença Filho



Quando aconteceu a polêmica sobre os livros de Monteiro Lobato, deveriam ter procurado saber a opinião do acadêmico Domício Proença Filho.

Perceba que ele tem autoridade sobre o assunto, não por ser membro da Academia Brasileira de Letras, mas pelo que estudou e ensinou.

Bacharel e Licenciado em Letras Neolatinas pela antiga Faculdade Nacional de Filosofia da Universidade do Brasil (1957);
Especialista em Língua e Literatura Espanhola (1958);
Doutor em Letras e Livre-docente em Literatura Brasileira pela Universidade Federal de Santa Catarina (1974).

Professor Titular de Literatura Brasileira (1971-1992);
Professor Titular Convidado de Literatura Brasileira (1994-1996) ;
Professor Emérito da Universidade Federal Fluminense (2002).

domingo, 24 de novembro de 2013

Encontro de Agencias de Notícias da Língua Portuguesa


Na segunda-feira (25) e terça-feira (26), representantes das agências de notícias dos oito países que compõem a Comunidade dos Países da Língua Portuguesa (CPLP) vão participar da VI Assembleia das Agências de Informação de Língua Portuguesa. Entre os temas que serão debatidos está a criação de um portal conjunto e a escolha de um padrão oficial para o site.

O encontro sediado na Empresa Brasil de Comunicação (EBC), em Brasília, reúne as principais agências públicas de notícias, estatais e oficiais de Angola (Angop), Brasil (EBC), Cabo Verde (Infopress), Guiné-Bissau (ANG), Moçambique (AIM), Portugal (Lusa), São Tomé e Príncipe (STP-Press) e Timor -Leste (Etna).

Fonte: http://agenciabrasil.ebc.com.br/noticia/2013-11-24/encontro-de-agencias-de-noticias-dos-paises-de-lingua-portuguesa-discute-criacao-de-portal

sábado, 23 de novembro de 2013

Entrevista com José Carlos Azeredo


O Prof José Carlos Azeredo, que chegou a trabalhar com Antônio Houaiss (1915-1999), disse que o filólogo teve carta branca da Academia Brasileira de Letras para participar das discussões que culminaram no Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa, em vigor  desde 1 de janeiro de 2009.

"Antônio Houaiss era o único representante brasileiro. Ele era uma autoridade no assunto, apesar de muitos especialistas acharem que deveria ter havido maior discussão", afirma.

Para o professor Azeredo, a ABL permitiu que apenas um representante brasileiro participasse dos debates "porque o acordo de 1990 copiou em larga medida a reforma ortográfica de 1945". Essa mudança foi um acordo firmado entre Brasil e Portugal, mas foi o seguido apenas por este último. "O Brasil acabou se sentindo prejudicado e permaneceu no acordo de 1943", diz o professor.

O texto de 45 já previa, por exemplo, a extinção do trema e a abolição do acento agudo nos ditongos abertos nas proparoxítona, medidas que foram implantadas no Brasil com o novo acordo, mas que já estavam em prática em Portugal desde a segunda metade de 40. "O que se decidiu em 1990 é, na verdade, uma extensão ao Brasil daquilo que Portugal já praticava. As inovações são principalmente em relação ao hífen", diz o gramático.

Fonte: http://educacao.uol.com.br/noticias/2009/02/02/houaiss-nao-contou-os-bastidores-do-acordo-diz-gramatico.htm

sábado, 16 de novembro de 2013

Ernani Pimentel em Portugal


A página Simplificando a Ortografia visa estabelecer o "diálogo" sobre o tema e de "abrir um ponto de debate para que os representantes de todos os países de língua portuguesa possam emitir sua opinião", explicou Ernani Pimentel à Lusa.

O linguista, que é presidente do Centro de Estudos Linguísticos da Língua Portuguesa da Academia de Letras de Brasília, liderou o "Movimento Acordar Melhor", que resultou num livro em 2008, com críticas ao Novo Acordo Ortográfico, e conseguiu 23 mil assinaturas contra as novas regras.

O abaixo-assinado foi enviado à Comissão de Educação, Cultura e Esportes do Senado e isto resultou no adiamento da obrigatoriedade do novo acordo no Brasil de janeiro de 2013 para janeiro de 2016.

"Agora partimos para o plano internacional, com o 'Simplificando a Ortografia'. Não nos interessa jogar pedras, mas buscar medidas concilitórias e evolutivas. A nossa intenção é adequar o acordo antes que ele seja obrigatório", afirmou. 

A reunião conjunta de sugestões ocorrerá até o fim do primeiro semestre de 2014, para que o documento possa ser apresentado em setembro do mesmo ano, quando terá lugar um simpósio linguístico-ortográfico da língua portuguesa em Brasília.

O linguista chega a Portugal no dia 15, e faz uma conferência na Assembleia da República. Ernani Pimentel afirmou que estará disponível para conversar também em universidades, academias de letras e escolas de segundo grau. Entre os dias 25 e 28 de novembro, também estará o professor Pasquale Cipro Neto.

sábado, 9 de novembro de 2013

Ernani Pimentel na Academia de Letras de Brasília


O Prof. Ernani Pimentel, criador do Movimento Acordar Melhor, foi empossado como presidente do Centro de Estudos Linguísticos da Língua Portuguesa, em 21 de março de 2013.

O presidente da Academia, José Carlos Gentili, disse que Pimentel tem uma missão árdua a partir de agora. "Decidimos convidá-lo para assumir a coordenação do setor de linguística da Academia Brasiliense de Letras pelo trabalho de excelência desenvolvida durante anos como professor e pela luta com o projeto 'Acordar Melhor'...".

O Professor e agora membro da Academia de Letras de Brasília, afirmou está feliz com o novo desafio: "Assumir a presidência do Centro de Estudos Linguísticos da Língua Portuguesa, ecoa-nos como oportunidade e estímulo de arregaçar as mangas e trabalhar objetivamente para o resultado prático de simplificar, baratear e aprofundar a Educação, a começar pelo ensino da Língua Portuguesa, portal de entrada para todos os ramos do conhecimento", anima-se Pimentel.

O filólogo pretende implantar, junto com o Centro de Estudos Linguísticos da Língua Portuguesa, o acordo ortográfico, para, assim, trabalhar pela simplificação da ortografia e a evolução linguística e pedagógica no mundo atual.

Fonte:http://www.vestcon.com.br/noticia/ernani-pimentel-toma-posse-academia-letras-brasilia.aspx

Postagens populares