Páginas

Loading...

domingo, 19 de fevereiro de 2012

A Academia das Ciências de Lisboa e o Vocabulário Ortográfico

O que muitos especialistas portugueses observam em relação à implantação do Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa naquele país é o fato de uma Resolução não ter a mesma força de Lei.

Daí, o presidente do Centro Cultural de Belém, Vasco Graça Moura, adotou a não aplicação do Acordo Ortográfico no CCB.  Depois foi a vez da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa que suspendeu o Acordo Ortográfico.

Sabemos que no Brasil tivemos a assinatura do Decreto n. 6.583 de 29 de setembro de 2008, na Academia Brasileira de Letras. Alguns meses depois é  que o Vocabulário Ortográfico da Língua Portuguesa foi lançado em 19 de março de 2009.

Já em Portugal a Resolução n. 08 do Conselho de Ministros, datada de 25 de janeiro de 2011 determinou que a adoção do Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa naquele país, se deu em 13 de maio de 2009, e que o conversor  do Instituto de Linguística Teórica e Computacional traria o Vocabulário Ortográfico no Portal da Língua Portuguesa www.portaldalinguaportuguesa.org

Ainda segundo a referida Resolução, a partir de setembro de 2011 as escolas adotariam a nova ortografia, ao passo que no dia 1º de janeiro de 2012, o Diário da República e todas as publicações do Governo estariam conforme a nova ortografia.

Perceba que se o Decreto tem força de Lei, uma Resolução não tem a mesma força como dizem os especialistas. Ainda mais porque a Academia das Ciências de Lisboa é que tem o papel de apresentar ao povo português o seu Vocabulário Ortográfico.

Até lá, os portugueses podem adotar outro Vocabulário Ortográfico.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens populares