Páginas

Loading...

quarta-feira, 1 de agosto de 2012

Livros didáticos de Português


O MEC tem distribuído livros didáticos escritos por linguistas há um bom tempo. Caso alguém ainda esteja achando que a escola utiliza livros sem reflexão feita pelos autores, este alguém não entendeu gramáticas e livros didáticos têm sido elaborados por especialistas em linguagem.

O curioso é rejeitar livros com a norma culta sob a alegação de elitismo e seguir manuais produzidos por jornalistas e advogados sem formação em Letras.

O livro PORTUGUÊS LINGUAGENS,  de William Roberto Cereja e Thereza Cochar Magalhães é um exemplo disso.

Temos ainda:

O livro Português: língua e cultura, de Carlos Alberto Faraco é mais um exemplo.

O livro Gramática da Língua Portuguesa, de Roberto Melo Mesquita.

O livro Gramática Objetiva da Língua Portuguesa, de Renato Aquino.

O livro Gramática Aplicada da Língua Portuguesa de Manoel Pinto Ribeiro.

Assim, seria bom que os graduandos em Letras não se deixassem levar por opiniões fantásticas e buscassem aprender mais com os que conhecem sobre o assunto, deixando de lado os jornalistas e bacharéis em direito ensinado-lhes o que eles mesmos não sabem..


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Arquivo do blog

Postagens populares